quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Às vezes
Dói grande
Tão grande
Que eu fico
Pequenininha pequenininha
Com vontade
De deitar
(desmoronar)
Encolhidinha
No bolso da sua camisa
Pra você
Me cuidar
(vigiar)
Até passar
Até eu ser maior
De novo

Nenhum comentário:

Postar um comentário