sexta-feira, 3 de maio de 2013

Os remédios não fazem mais efeito.
O cigarro não deixa mais nem cheiro.
Minhas forças foram parar num bueiro.
E eu nem durmo mais.

Eu não lembro mais onde é minha casa.
No rádio nenhuma música tem graça.
O relógio funciona mas a hora não passa.
E eu nem durmo mais.

Parece que o mundo está girando ao contrário.
Parece que eu não faço mais parte do cenário.
A calma se tornou mais um item do meu relicário.
Sair da cama é meu tormento diário.
E olha que eu nem durmo mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário