terça-feira, 23 de outubro de 2012

Tem coisa que a gente tem que aguentar sozinho. Coisa que ninguém precisa saber. Tem dor que dói de um jeito gostoso, e por mais que doa, a gente acostuma. Tem solidão que não é tão sozinha, que é aconchegante. Tem saudade que tem que ser pra sempre, não nasceu pra ser matada. Tem quem não entende a gente, tipo nós mesmos. Tem hora que a inspiração vai embora, e tem hora que a gente pede pra ela ir. Tem hora que o vazio é tão grande que engole a gente, e tem hora que a gente se sente tão grande que engole o vazio. Tem vezes que eu falo demais, e alto demais, só pra não ouvir meus pensamentos me dizendo que as coisas ainda estão erradas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário