sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Eu parei no meio do caminho. Simplesmente parei. Mas você continuou correndo, me puxando pela mão, me falando sem parar das coisas que tinha visto e gostado. Eu fui. Você estava me puxando, e estava feliz. E nesse trajeto eu parei mais umas 3 ou 4 vezes, não sei, e você sempre tinha disposição de sobra, pra mim e pra você. Só que dessa vez eu parei e simplesmente decidi que quero ir pro outro lado. Eu sempre quis ir pro outro lado, mas eu nunca consegui. Eu quero ir pro outro lado! E você não pode simplesmente me seguir, seu lado não é por aqui. Você vai seguir pelo seu lado, e eu pelo meu. E se eu quiser parar, eu vou parar. E se eu quiser mudar de lado de novo, e de novo, e de novo, eu vou mudar, porque o caminho é meu, eu vou pra onde eu quiser. Segue seu caminho, que eu vou seguir o meu. Não se maltrate tanto, nem sempre as coisas tem um culpado. A terra é redonda. Nunca se sabe o que pode acontecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário