quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Um dia, um dia como todos os outros, ele percebeu que a vida é bela. Ele percebeu que o mundo é incrivelmente perfeito e que existiam inúmeros motivos pra fazer dele um lugar melhor do que já era. Ele percebeu que as pessoas ainda tem salvação e que ele podia fazer algo, por alguém. Ele percebeu que tudo era extremamente simples, e que conseguia ver com clareza, depois de muito tempo de cegueira. Ele se sentiu livre pra viver e pra ser feliz, como nunca antes havia se sentido. Ele se sentiu forte e disposto à ir atrás de tudo que tivesse vontade. Um dia, tudo deu certo, e ele não teve mais medos bobos, como o de atravessar a rua, ou o de cair em público. Ele simplesmente foi o que sempre quis ser. Só que o despertador tocou, e o mundo real é bem diferente.

Um comentário:

  1. Mais do que um sonho jamais ser vivido, dói já não mais em sonhar ver sentido.
    GK

    ResponderExcluir