sexta-feira, 23 de março de 2012

A prisão legal

Saindo dos padrões - e que padrões - dos textos desse blog, hoje decidi postar uma opinião. Uma opinião que me veio à cabeça antes das 7 da manhã. Logo de cara, algo que acontece antes das 7 da manhã não pode prestar, mas vamos à ela. Estava eu num ônibus, indo pra escola às 6:50 da madrugada, e me perguntei "Porque eu tenho que estudar?". Que aluno nunca se perguntou em que usaria polinômios e fórmulas no dia-a-dia? Que aluno nunca disse que o necessário é só o 2+2 e o 2 x 2 ? E aí os professores tem todo aquele discurso de que vai ser necessário sim, etc etc. Mas eu pensei, e pra mim ficou claro que não, eu não vou precisar de nada disso. Pergunte pra uma pessoa de mais de 30 anos que completou o ensino médio se ela se lembra de alguma regra matemática que foge da soma, subtração, multiplicação e divisão. Ela não vai se lembrar, a não ser que trabalhe numa área relacionada a isso. A escola é um teste pelo qual você tem que passar pra entrar no "mundo adulto". É uma prisão que é bem vista pela sociedade que te impõe regras e te "ensina" a viver em grupo. Numa entrevista de emprego para vendedor, ele não quer saber se você é bom em física. Ele quer saber se você entregou seus trabalhos em dia, respeitou seus colegas e professores e cumpriu horários. Tanto faz o que você estudou, ele quer saber como você se sai trabalhando sobre pressão. Agora vá numa entrevista de emprego, você tem ensino médio completo e não se lembra de uma mísera palavra que algum professor disse, e está competindo com uma pessoa que só estudou até a 8ª série e também não se lembra de nada além do essencial. Quem fica com o emprego? Você. E não é porque você sabe mais do que ele. É porque você sobreviveu mais tempo dentro da escola - que pra muitos pode ser o inferno, por vários motivos-. Isso sem falar nos professores, que não tem culpa de absolutamente nada e estão fazendo seu trabalho muito dignamente e são tratados como lixo, tendo que conviver com crianças e adolescentes sem limites, que recebem o mundo nas mãos pelos pais que acham que quem educa é a escola, ganhando uma esmola. Resumindo, depois de prestar uma faculdade, fazer um concurso, ou uma prova qualquer, a escola [ou o tempo que julgam ser necessário você frequentá-la] é e sempre foi forma de te colocar nos padrões sociais enquanto sua mente ainda não teve tempo pra funcionar sozinha.

Um comentário: