segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

São números demais


Quantos corações frios são precisos pra formar um abraço quente? Quantas vidas são necessárias pra fazer tudo valer a pena, sem se arrepender? E quantas bocas nuas, loucas de desejo, não andam por aí, vagando, procurando quem mereça tanta devoção? Quantas almas limpas abertas e aptas não estão apodrecendo a espera da sua metade da laranja? E quantos olhos marejados, seja por amor ou dor, emoção ou desilusão, quantos desses ainda desaguarão até que o riso seja sem fim? São números demais.

Um comentário:

  1. Primeira vez por aqui...
    Muito bom o texto. Me fez ficar pensativa...
    Adorei o blog. Seguindo aqui já e convido você a conhecer o Sook e seguir e comentar por lá também.
    BjO

    ResponderExcluir