segunda-feira, 10 de outubro de 2011

entorpe, ser


Aquilo de que tanto fugi,
O que tanto evitei sentir,
Hoje me invade e toda conta
De uma forma que já não posso lidar.
Um sentimento tão nobre e puro,
Que eu evitei e recusei de tola que fui
Hoje é o tormento de cada dia.
Cada pedaço de chão,
Cada cheiro, cada paladar, cada toque
Me lembra o quanto me odeio.
E o que tanto evitei sentir,
Hoje sinto, sozinha.
E sem mais forças pra lutar contra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário