quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Dois na estrada


-Tire o sorriso do rosto.
Convenhamos, não há motivos.
Veja o quanto ainda temos pra seguir,
guarde sua saliva, não fale tantas asneiras.
Não chegue tão perto,
Não lhe dei intimidade pra isso.
E esse cantarolar alegre, vem da’onde?
Do que você está rindo?
Diz pra mim, como consegue sorrir neste sol de rachar?


- Você... Fica lindo de mau humor.

Um comentário: