sexta-feira, 1 de julho de 2011

¿Quién eres tú?

Chega mais perto, seu calor me faz bem. Fale um pouco menos, me abrace mais. Ou melhor, fale enquanto me abraça, eu adoro sua voz. Vamos tentar não complicar as coisas, elas já são complicadas por si só. Não me diga sempre tudo que sente, eu quero sempre ter algo pra saber. Mas também não me deixe perdida, pode ser pior. Devo confessar que seu sorriso me instiga, e essa mania pode não ser de propósito, mas te dá um charme especial. Me perco no tempo, não sei quando é hora de parar. Sem sono, sem fome, e assim fico por dias. Não te conheço bem. Nem sei se esse é o verdadeiro você. Vamos, me diga quem você é! Não. Tenho uma idéia melhor... Me deixa descobrir sozinha.



Nenhum comentário:

Postar um comentário