domingo, 24 de julho de 2011

Dói

Não sei até onde vocês entendem de dor. Pouco me importa o braço que você quebrou, ou o ralado na perna que você tem. Não é essa dor. É um pouco -um tanto- mais forte. Mas mais vazia também. Além do suportável, diria eu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário