domingo, 19 de junho de 2011

Sons

Como uma música. Das mais melancólicas, como eu gosto. Primeiro seduz, embala, envolve. Depois prende de vez. Arrebata. Te leva no ritmo que bem entender. É daquelas que você pode escutar quantas vezes for, e não se cansa. Tenho medo, confesso. Não quero me permitir errar de novo. Mas sob esse som esqueço do medo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário