sexta-feira, 10 de junho de 2011

Me deixem ir

Mais um surto de loucura. Eu já deveria ter me acostumado, acontece sempre. Mas às vezes é um pouco pior, um pouco mais realista. Eu sei que não devo, não tenho meios, não agora. Mas isso não me impede de sonhar. Sempre, o tempo todo. Me imaginar arrumando as malas, deixando um bilhete qualquer com "Daqui uns dias eu volto, não me liguem". Entrar num ônibus, passar por estradas desconhecidas. Evitar descer nas paradas pra não correr o risco de me perder. Te ligar avisando "Me espera lá, eu tô chegando". Chegar. Te ver. Ah, te ver... Depois de tanto idealizar as coisas, te tocar, te sentir. Te abraçar. Chorar, rir, sair, quase não dormir. Tenho tudo tão certo na minha cabeça que parece até que já aconteceu. Parecem lembranças, de tão reais. Bom, quem sabe daqui um tempo? Quem sabe você também não planeje estar aqui, e cumpra sua promessa antes de mim? Quem sabe, quem sabe. Agora, me deixem ir, mesmo que seja só aqui, nos meus pensamentos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário