terça-feira, 24 de maio de 2011

Seria cômico se não fosse trágico

Não vejo problema em ter obrigação no dia-a-dia, não mesmo. Tenho problema com a rotina desgastante. Meu problema não é estar lá, é ter que ir pra lá. Não vejo problema em me atrasar um pouco, ou algumas horas, enfim. Não ligo de conhecer novas pessoas e lugares. Não me importo em pagar um pouco a mais pra ter o que contar no final do dia. Esses são os ossos do ofício. Não ligo de desempenhar o papel que vocês esperam de mim. Não vou desapontar vocês, não me fizeram nada de mais. O problema, é que sempre chega ao ponto final. E você tem que decidir se fica ali parado esperando te buscar, ou se parte pra outra. O segundo problema, é quando você quer ficar pra te buscarem, e ao mesmo tempo, quer partir pra outra. O problema na verdade, é ser eu.


Nenhum comentário:

Postar um comentário