domingo, 1 de maio de 2011

Dialética

É claro que a vida é boa
E a alegria, a única indizível emoção
É claro que te acho linda
Em ti bendigo o amor das coisas simples
É claro que te amo
E tenho tudo pra ser feliz.


Mas acontece que estou triste...




Nenhum comentário:

Postar um comentário