terça-feira, 26 de abril de 2011

Eu tento

Eu tento escrever seu nome na minha fumaça, mas não consigo. Eu tento entender porque fiz tudo aquilo, mas não consigo. Eu tento esquecer o meu passado, mas não consigo. Eu tento acreditar que a culpa de tudo isso não foi minha, mas eu sei que foi. Eu tento ser melhor, e não saio do lugar. Existe um mundo paralelo ao real que me atrai muito mais. Eu deixo a obrigação de lado pra mergulhar na interessante vida alheia, que querendo ou não sempre parece melhor que a minha. Eu sei que se eu consertasse as coisas, hoje tudo seria diferente. Mas mesmo assim, eu queria consertar. Só não consigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário