domingo, 6 de fevereiro de 2011

Não suporto isso

Não suporto te ver mal, desiludido, sem esperanças. Mais uma vez tenho raiva de quem te fez isso. De quem te encheu de felicidade, e com um sopro acabou com isso tudo. Mais uma vez tenho raiva dessas confusões, dessa atitude "em cima do muro". E mais do que nunca, eu tenho raiva de não poder fazer nada. De te "ver" assim e não poder te ajudar, de qualquer forma, mas ajudar. Eu encho o saco, pego no pé, falo demais, mas é só pra te ver melhor. E eu juro, que se pudesse, pegaria o primeiro ônibus que fosse 'praí', pra te mostrar que sim, eu me importo com você, muito. E me importo porque gosto, muito. Não fica assim, eu sempre vou estar aqui.






Nenhum comentário:

Postar um comentário