sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Olá Mãe!

Mãe, eu queria te dizer
(não te chamando de mamãe como no tempo
em que a vida era você, mas te chamando de mãe,
deste meu outro tempo de silêncio e solidão)

Mãe, eu queria te dizer
(sem cara de quem pede desculpa pelo que não fez
ou pensa que fez)
que o amor virou uma coisa difícil
e muitas vezes o que parece ingratidão,
ou até indiferença,
é apenas a semente do amor
que brotou diferente
e amadureceu diferente,
no atrapalhando coração de gente.

Acho que era isso, mãe,
o que eu queria te dizer.

                                                                                                                                          Carlos Q. Telles








8 dias

Nenhum comentário:

Postar um comentário