sexta-feira, 24 de setembro de 2010

O que os olhos não vêem, o coração sente.

Ah, seu perfume! Me fez delirar por horas, sonhar contigo, mais uma vez. Me vez ver o quanto é real e possível, e que nada no mundo pode nos separar. Suas palavras me fazem levitar. Te imaginar me dizendo aquelas coisas, me dá um arrepio do dedão do pé até a nuca. Os meus dias nunca tiveram tão poucas horas, mas são as melhores horas da minha vida, até agora. Por que sei que horas muito melhores ainda estão por vir. Te ver, mesmo que não como eu quero, te ouvir, e agora, sentir o seu perfume, faz com que minha alma saia do meu corpo, e percorra quilômetros de distância, pra te vigiar. Eu quase posso te tocar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário